Hipertensão

A hipertensão é  definida como uma elevação anormal da pressão arterial sanguínea. A pressão arterial é representada pela força que o sangue exerce nos vasos sanguíneos, sendo que quando esta excede a capacidade de resistência dos vasos, desenvolve-se uma situação patológica, isto é, o aumento da pressão sanguínea.

Existem diversos fatores associados ao desenvolvimento de hipertensão, sendo sobretudo secundária a outras doenças como por exemplo problemas hormonais, renais, obesidade, entre outros., sendo a hipertensão de origem primaria uma condição rara nos nossos animais, embora possível.

Os sinais clínicos relacionam-se ao processo patológico associado ou à lesão de órgãos alvos,  como os rins, o coração, a retina ocular e o cérebro.
A pressão arterial nos animais mede-se de igual forma aos humanos, através da colocação de uma braçadeira insuflável numa artéria das patas ou da cauda.
A hipertensão costuma ocorrer com mais frequência em animais mais idosos, de idade mais avançadas, desse modo esta deve ser medida pelo menos uma vez por ano nos animais com mais de 6 anos, como medida preventiva e integrada num check up geriátrico.
Os animais a quem já foram diagnosticadas doenças que provocam hipertensão devem fazer também um controlo frequente desta.
Após investigação da causa da hipertensão e a sua resolução, existem ainda mudanças alimentares que podem ser feitas bem como a adição de medicação hipotensora específica.